Como fazer bijuterias

Os acessórios há muito tempo deixaram de ser um complemento da moda para se tornar o ponto forte das mais variadas produções, conferindo estilo ao look. As bijuterias estão entre os acessórios de moda mais populares e que fazem mais sucesso entre as mulheres, acompanhando as tendências de cada estação.

As bijuterias, principalmente as artesanais, trazem um grande diferencial para quem usa e se tornaram uma opção de fonte de renda extra, excepcional para quem tem criatividade e um pouco de habilidade manual.

Fazer bijuterias é relativamente fácil, para quem está iniciando requer paciência e vontade de aprender, com muita atenção aos detalhes, especialmente no acabamento. Uma boa dica é escolher algumas bijuterias e analisar detalhadamente cada peça que faz parte do conjunto e como elas são montadas, os seguimentos e os encaixes. Comece fazendo pequenas peças e vá ousando e liberando a sua criatividade, e em pouco tempo você estará criando peças lindíssimas e originais, que é muito importante.

Fazer bijuterias para vender é um negócio muito lucrativo, pois os materiais são acessíveis e assim requer um investimento pequeno e a rentabilidade é bem alta, com uma margem de lucro excelente, além disso, o preço unitário das peças normalmente é baixo o que permite uma boa rotatividade. Tudo isso aliado a uma atividade muito prazerosa e que pode ser realizada na sua própria casa.

Confeccionar bijuterias pode ser conceituado como a arte de organizar vidrilhos, miçangas e outros materiais em composições harmoniosas e as principais peças produzidas são brincos, colares, pulseiras, braceletes, anéis, chaveiros, gargantilhas e coleiras. A técnica e os materiais de fazer bijuterias ainda podem ser utilizados para fazer cortinas, para aplicar em bolsas, chinelos, porta-retratos, calças jeans, bolsas, blusas e muitas outras que sua criatividade determinar.

Para iniciar a fazer bijuterias o ponto de partida deve ser conhecer as principais ferramentas e peças utilizadas e qual a função de cada uma. As principais ferramentas utilizadas são os alicates e existem diversos modelos, todos com fins diferentes: alicate de ponta fina, alicate de corte, de bico chato, de ponta redonda, de bico reto, de bico longo, medidor de aro, cola de pedras, tesoura, réguas, fita métrica, etc. As peças mais comuns e essenciais para montagem das bijuterias são: alfinetes com cabeça, alfinetes com argola, finalizadores, fechos tipo lagosta, argolas de diferentes tamanhos, bases anzol para brincos, tarrachas, chapeuzinhos, argolas com entremeios, contas de plástico, acrílico, vidro, correntes e fios de diferentes materiais e espessuras, além de muitos outros materiais e novidades que surgem a todo o momento neste mercado.

Não há pré-requisitos para iniciar a fazer bijuterias, basta ter o material necessário e com delicadeza, sensibilidade e criatividade ir juntando as peças de forma harmoniosa. Inicie com projetos simples e com a prática se aventure por outros mais ousados e os resultados vão lhe surpreender.

Você gostou deste post?

Leia também: